6 mitos sobre a bateria de celular

por 15 de dezembro de 2016 Novidades Sem Comentários
carregando-bateria-telefone-iphone

Quem nunca foi deixado na mão pela bateria do celular que acabou no meio do dia? Para aumentar o seu tempo de vida útil, todo dono de celular já ouviu várias recomendações infundadas e por mais que as baterias tenham evoluído bastante atualmente, elas continuam não durando tanto tempo por causa do constante uso e acesso à internet.

Separamos 6 mitos sobre a bateria de celular para que você possa aproveitar ao máximo a durabilidade da sua sem cometer erros. Confira!

1 – Toda bateria de celular deve ser usada até o final

As antigas baterias (feitas de níquel-cádmio) exigiam o cumprimento completo do ciclo de carga e descarga — ou seja, o celular só devia ser carregado quando estivesse completamente zerado. As atuais baterias utilizadas no mercado são feitas com íon de lítio, um componente que dispensa a dependência do ciclo completo, e podem ser carregadas de acordo com a necessidade do usuário.

2 – O celular só pode receber cargas 100% completas

As baterias atuais podem ser carregadas de acordo com a sua vontade e necessidade. Dessa forma, o usuário pode desconectar o aparelho da energia interrompendo o carregamento a qualquer momento sem se preocupar, pois não danificará o smartphone.

3 – É errado deixar o celular carregando durante toda a noite

Os aparelhos atuais são inteligentes o suficiente para identificar quando a carga atinge a sua potência máxima. Ao alcançá-la, a fonte de energia ficará em stand by até que o aparelho seja retirado do carregador. Se sua bateria estiver em condições normais, deixar o celular carregando durante a noite não provoca problemas, sobrecarga ou superaquecimento.

4 – É perigoso usar o telefone enquanto ele estiver carregando

Se você estiver utilizando um carregador original ou um que seja indicado pelo fabricante, não há com o que se preocupar. Os aparelhos podem ser carregados quando estão em uso, desde que se evite excessos. Deixe conversas mais longas para quando o aparelho não estiver conectado à tomada.

5 – A primeira carga deve durar pelo menos 24 horas

Essa ação ficou no passado com as baterias de níquel. Com os novos modelos, os fabricantes indicam apenas que a primeira carga seja feita de forma completa, ou seja, que o aparelho seja 100% carregado. Depois, ao longo do uso, pode ficar tranquilo e carregar quando precisar.

6 – Colocar a bateria na geladeira pode recuperar sua potência inicial

Por mais estranho que isso possa parecer, essa é uma prática muito comum entre as pessoas. Mas fuja dela! Além de umedecer a bateria, pode prejudicar a sua durabilidade. O ideal é que seu aparelho não esquente muito com o uso e a temperatura ambiente é a mais recomendada para manter o celular (e a bateria) em perfeito estado. Se seu telefone anda superaquecido, esqueça essa crença de gelar a bateria e observe o que está provocando o problema. Se isso se tornar recorrente, leve-o em uma assistência técnica.

Em caso de dúvidas, é importante ler atentamente o manual de instruções do aparelho ou consultar informações oficiais nos sites dos fabricantes. Nesses meios você encontra informações sobre o uso adequado das baterias e sobre qualquer assistência necessária. Assim que o prazo de validade da bateria chegar ao fim, compre uma nova e descarte a velha em locais apropriados para seu recolhimento.

Agora, aprenda como aumentar a vida útil da bateria do seu celular e aproveite ao máximo o seu smartphone!

Gostou do artigo? Assine nossa newsletter e compartilhe nossos posts em suas redes sociais!

Comentarios

comments

Faça um comentário