Vídeos em 4k: você está preparado para a era da ultra-alta definição?

por 20 de julho de 2016 Novidades Sem Comentários
4k hd full hd video tela

A área da tecnologia nunca para. Sempre vemos notícias sobre várias inovações no mercado, desde celulares a televisões. Uma das novidades mais esperadas pelos apaixonados por tecnologia é o 4K UHD (ultra high definition ou ultra-alta definição).

Nunca ouviu falar? Não se preocupe, este artigo vai te explicar o que isso significa, para você entender tudo sobre mais essa incrível inovação tecnológica.

Descobrindo os vídeos em 4K

Os vídeos em 4K se diferenciam de tudo o que você já viu. Eles mostram imagens em HD, porém equivalente a uma resolução quatro vezes maior que o HD normal. É uma nova maneira de se ver TV e filmes. A ultra-alta definição melhora a qualidade dos vídeos, mostrando-os em aproximadamente em 4000×2000 pixels, ou seja, uma nitidez inegável.

O 4K UHD torna única a experiência de quem pode assisti-lo, demonstrando que ainda não chegamos ao fim de atualizações. Estamos apenas começando, já que a indústria do cinema mostra um interesse enorme em exibir seus filmes com cada vez mais definição, tornando a experiência do usuário cada vez melhor.

O que se ganha com o 4K?

Como é uma tecnologia relativamente nova, os aparelhos que leem o 4K ainda não estão com um preço acessível a todos, porém já demos o passo inicial. A Rede Globo exibiu sua nova minissérie “Ligações Perigosas” em 4K, para os assinantes do Globo Play, uma plataforma que permite que seu aparelho se conecte a um televisor 4K. Assim, ela mostra uma imagem com qualidade dobrada, em uma tela com uma quantidade de pixels significantemente maior do que as telas comuns.

Se ainda tem alguma dúvida da importância dessa nova tecnologia, imagine que sua sala está cheia e que você pode finalmente ficar em um lugar mais distante e conseguir ver tudo o que está passando na sua TV: essa é uma das outras vantagens de se ter a ultra-alta definição, você não perderá nada, mesmo estando distante da televisão.

Além das televisões, a internet também vem investindo nessa tecnologia. YouTube e Netflix já têm vários vídeos, séries e filmes disponíveis nessa resolução. Um exemplo é “House of Cards”, que vem sendo gravado em UHD desde 2014.

Se você comprou uma TV, um tablet ou um monitor que suporta essas resoluções, eles são ótimos dispositivos para testá-las.

4K UHD (ultra-alta definição) x 1080p HD (alta definição)

De forma técnica, cada frame do UHD (ultra-alta definição) tem o dobro do tamanho e 4 vezes a densidade de pixels, ou seja, o 4K tem 4000×2000 pixels, como citado anteriormente, e 8.3 megapixels por frame, enquanto o 1080p tem 1920×1080 pixels e 2.1 megapixels por frame. Os megapixels podem ser comparados como é feito para câmeras fotográficas, permitindo muito mais detalhes e nitidez e contraste entre as cores.

Mas infelizmente nem tudo são vantagens. O ultraHD, por suas características, acaba precisando de equipamentos mais modernos para funcionar, além de computadores muito mais potentes para ser editado, e talvez o maior fator que tornou possível sua presença em nossas casas apenas este ano tenha sido o seu tamanho.

O 1080p HD tem em média 600 MB por hora de gravação, contra 2,15 TB (2.150.000 MB) do ultraHD. Este requer um tamanho enorme de espaço em sua alocação, além de uma internet com velocidade muito superior para conseguir transmitir um arquivo desse tamanho ao vivo.

No final, você decide se vale a pena ou não comprar os aparelhos que leem esse tipo de tecnologia, pois ainda são aparelhos caros no mercado e que devem demorar um pouco para se tornarem comuns em cada casa do país.

Porém, não há como negar que os vídeos 4K são o próximo passo para termos uma experiência completa de imersão na TV ou no cinema, mantendo a qualidade de imagem e a definição além do esperado.

Gostou desse artigo? Venha ler mais na nossa página do Facebook, sempre temos novidades!

Comentarios

comments

Faça um comentário